8 técnicas de estudo para quem tem uma rotina atarefada
Formação

8 técnicas de estudo para quem tem uma rotina atarefada

Estudar com entusiasmo e dedicação parece difícil quando se tem uma rotina atarefada. Afinal, pouco tempo e muito cansaço são fatores que atrapalham a concentração e a absorção de conteúdo, prejudicando consideravelmente o aprendizado.

Felizmente, existem algumas técnicas de estudo fundamentais para superar essas barreiras. Elas variam desde a organização a truques de memorização, além de alguns hábitos que precisam ser ajustados para vencer certos desafios e alcançar os objetivos desejados.

Para te ajudar a colocá-las em prática e otimizar seu tempo de estudo, listamos aqui 8 dicas valiosas de técnicas diferenciadas para melhorar o aprendizado e a retenção do conteúdo. Vamos começar?

1. Faça um cronograma

Ter ânimo para estudar após um dia cansativo de trabalho não é fácil, mas esse é um desafio que precisa ser vencido por quem tem o dia a dia atarefado e busca crescimento profissional e pessoal. Por isso, montar um cronograma com a programação de estudos e priorizar conteúdos e disciplinas mais importantes pode ajudar bastante a começar.

Separe todos os conteúdos que precisa estudar de acordo com a sua preferência e defina quais dias e horários irá se dedicar a eles. Essa organização poupará energia e tempo que você pode redirecionar para estudar com mais dedicação.

Tenha em mente que a organização adequada é muito importante na gestão de tempo e na retenção dos conteúdos mais importantes.

2. Refaça provas antigas

A prática é a técnica mais eficiente para os estudos. A teoria é fundamental, mas sem a aplicação prática, ela se torna vazia e ineficaz.

Entretanto, nem sempre o estudante sabe como elaborar os exercícios que precisa praticar. Ás vezes, pode-se não encontrar nada pronto para treinar e acaba-se desistindo por falta de tempo ou energia.

Uma maneira muito eficaz e que ajuda muitos candidatos é estudar pelas provas passadas do concurso ou do vestibular que vai fazer. Não há nenhum exercício melhor que esse, já que você estará praticando o conteúdo adequado e no estilo das questões que, em geral, são aplicadas na prova.

3. Estude fazendo anotações

Anotar é sempre uma maneira eficaz de fixar o conteúdo. Durante os estudos escreva tudo que achar relevante, sempre pensando no conceito de palavras-chave. Ou seja, procure fixar bem os termos que ajudarão a lembrar do assunto que está sendo abordado por aquela disciplina.

Use a criatividade e faça anotações que te auxiliem a entender e a despertar sua mente na hora de revisar aquele conteúdo específico. Não se esqueça também de tomar nota dos pontos que você julgar importantes daquele conteúdo. Esse hábito resultará em muita economia de tempo e na percepção dos assuntos mais difíceis de serem memorizados.

4. Divirta-se e aprenda através das técnicas mnemônicas

O nome pode parecer estranho, mas a técnica é muito conhecida e bastante utilizada. Você se lembra quando a professora do primário ensinava músicas relacionadas ao conteúdo que estava sendo ensinado? Elas ajudavam a memorizar palavras difíceis e termos complicados de maneira descontraída e fácil, não é?

Mas você não precisa focar somente nas músicas. Algumas frases de efeito têm o mesmo resultado e ajudarão a lembrá-lo das palavras importantes que, geralmente, você sentiria dificuldade de memorizar se utilizasse os métodos tradicionais.

Experimente fazer essa experiência e aprenda de forma divertida. Quem sabe essa prática não se torna num diferencial nos resultados de suas futuras provas?

5. Dê aula para si mesmo

Após ter lido o conteúdo, uma boa maneira de entender melhor e fixar o conhecimento é explicar para si mesmo o que você entendeu. Faça isso na frente do espelho, como se estivesse dando uma aula de verdade.

Use suas próprias palavras para explicar a matéria e imagine que você precisa realmente transmitir o assunto para alguém que necessita, como se fosse um professor em uma sala de aula. Essa técnica o ajudará a compreender por completo o conteúdo, uma vez que você precisará se esforçar para absorver tudo antes de explicar.

6. Distribua bem os conteúdos

Um hábito comum e que cansa muito é passar horas estudando a mesma matéria. Agora, imagine isso para quem já teve um dia cheio e está com pouca energia?

Estude de maneira diferente e distribua bem os conteúdos. Assim, não perderá a concentração e nem a motivação necessária para seguir em frente.

Outra dica é alternar as disciplinas mais fáceis com uma difícil. Obviamente, isso varia conforme a preferência de cada um. Então, selecione o seu conteúdo e faça uma sequência que seja mais simples para o seu aprendizado.

Logo, a maneira mais eficiente e proveitosa de estudar é dividindo os conteúdos conforme a importância e o grau de dificuldade. Mas, lembre-se de incluir essa seleção de matérias no seu cronograma.

Lembre-se também de estudar de modo organizado. Seja honesto consigo mesmo, considere a sua realidade e o nível de aprendizado que conseguirá diante do tempo disponível. Assim, você aproveitará melhor o tempo e conseguirá resultados mais satisfatórios.

7. Evite adiar os estudos e ganhe tempo

Sabe aquele hábito de adiar as tarefas e sempre deixar para depois? Ele é extremamente prejudicial, especialmente para as pessoas muito atarefadas.

Procrastinar torna-se um hábito ainda mais nocivo para quem tem pouco tempo para estudar. Nesse caso, qualquer minuto é valioso em prol do objetivo final.

Ter disciplina é fundamental para quem quer se dividir entre rotinas cheias e os estudos. Portanto, evite perder o pouco tempo que você tem. Não adie o início das atividades e utilize as técnicas de estudos a seu favor.

Lembre-se: quanto mais tempo demorar para começar, mais difícil será. Pois, você terá acumulado muito conteúdo para estudar.

8. Tenha foco no objetivo final

Não permita que a falta de tempo reduza a sua motivação e a energia necessária para se dedicar aos estudos. A vontade de chegar em casa e descansar é grande, mas é preciso sempre ter em mente que todo esforço é para um bem maior.

Reflita um pouco mais no que pretende conquistar. Faça perguntas a si mesmo. Indague-se positivamente: qual é o seu objetivo? O que pretende construir através da dedicação aos estudos?

Imprima imagens e frases que façam referências ao seu objetivo e espalhe pelas paredes de seu local de estudo. Essa é uma técnica motivacional, mas completamente importante para você continuar firme!

Gostou de conhecer essas técnicas de estudo? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais e marque os amigos que precisam de uma mãozinha para otimizar o tempo ao estudar!

Você pode gostar
Como driblar as dificuldades da educação e se tornar um gestor de ponta?
Saiba como se preparar para o vestibular em 6 passos
1 Comentário

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This