Entenda as diferenças entre tecnólogo e curso superior
Ensino tecnológico Formação

Entenda as diferenças entre tecnólogo e curso superior

Hoje, ter uma qualificação comprovada é mais do que um luxo: trata-se de uma exigência do mercado, que valoriza cada vez mais aqueles profissionais que se destacam por meio de certificações, especializações e cursos, como o tecnólogo e curso superior.

De fato, ambas as opções representam excelentes caminhos a serem seguidos por quem deseja trilhar um futuro de sucesso, mas você sabe quais são as diferenças entre essas modalidades?

No post de hoje, você vai entender o que é um curso tecnólogo e em quais aspectos ele se difere do curso superior tradicional, bem como as vantagens que esse tipo de curso proporciona ao profissional. Vamos começar?

O que é um curso tecnólogo

Apesar de serem reconhecidos pelo MEC como cursos de ensino superior — como quaisquer outros de licenciatura ou bacharelado —, os cursos tecnólogos (ou tecnológicos) têm uma duração um pouco mais curta do que as graduações tradicionais, durando entre 2 a 3 anos.

Para cursar um tecnólogo, é necessário ter concluído o ensino médio e passar por um processo seletivo como os vestibulares, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou o ProUni, a depender da instituição. Ao final, os alunos recebem um diploma de faculdade, tornando-se finalmente tecnólogos.

Mas não se deixe enganar pelo nome: essa modalidade não se trata de um curso técnico ou necessariamente da área da tecnologia. Atualmente, existem tecnólogos das seguintes áreas:

  • Gestão e Negócios;
  • Informação e Comunicação;
  • Apoio Escolar;
  • Recursos Naturais;
  • Controle e Processos Industriais;
  • Produção Industrial;
  • Produção Alimentícia;
  • Produção Cultural e Design;
  • Infraestrutura;
  • Ambiente e Saúde;
  • Hospitalidade e Lazer;
  • Segurança;
  • Militar.

Com um foco maior na prática do que os cursos tradicionais de graduação, esses cursos foram criados para suprir as demandas cada vez mais específicas do mercado de trabalho, formando profissionais capacitados, atualizados e especializados que se alinham ao perfil profissional procurado pelas empresas.

Diferenças entre tecnólogo e curso técnico

Com dissemos há pouco, o curso tecnólogo é bastante diferente do técnico, ainda que muitos não conheçam as principais diferenças entre os dois.

Para começar, o curso tecnólogo é também um curso de graduação, formando profissionais tecnólogos ao oferecer um diploma de ensino superior, ou seja, de faculdade. Já o curso técnico não tem nível superior, nem dá direito a um diploma de faculdade, mas sim a um certificado de conclusão de curso técnico de nível médio.

Além disso, eles também se diferem quanto à forma de ingresso: os cursos técnicos podem ser feitos por estudantes que já finalizaram ou ainda estão cursando o ensino médio, sendo também uma ótima opção para aqueles que desejam entrar ainda mais rápido no mercado de trabalho.

Por outro lado, para os cursos tecnólogos, é necessário possuir ensino médio completo, assim como em qualquer outro curso de nível superior.

Diferenças entre tecnólogo e curso superior

Bom, agora que você já conhece as principais diferenças entre os cursos técnicos e tecnólogos, chegou a hora de entender como esses últimos se assemelham e, ao mesmo tempo, se diferem dos cursos tradicionais do ensino superior.

No que se refere às semelhanças, podemos citar de antemão os diplomas: como dissemos, tanto o curso tecnólogo quanto o curso de graduação oferecem aos formandos um diploma de faculdade reconhecido pelo MEC, seja de bacharelado ou licenciatura.

Com ele em mãos, é possível — e cada vez mais exigido pelo mercado — ingressar em cursos de pós-graduação e MBA. Além disso, há a semelhança na forma de ingresso, que é similar para os dois.

Quanto às diferenças, faz-se necessário citar o tempo de duração. Os cursos tradicionais de graduação duram, em média, entre 4 a 6 anos. Já para os tecnólogos, esse tempo cai para 2 a 3 anos — o que não deixa de ser uma vantagem, não é mesmo?

Outra distinção é o fato de os cursos de graduação oferecem amplamente tanto o conhecimento teórico quanto o prático, geralmente na mesma medida. Diferentemente dos cursos tecnólogos, que buscam focar bem mais na parte prática da área escolhida.

Isso acontece devido ao objetivo dos cursos tecnólogos de ingressar cada vez mais profissionais no mercado de maneira rápida.

As principais vantagens do curso tecnólogo

Tempo de duração

Sobretudo para quem já trabalha na área e possui o conhecimento adequado, mas não tem em mãos um diploma de ensino superior, o curto tempo de duração desses cursos é definitivamente um benefício.

Baixo custo

Logicamente, por durarem menos, os cursos tecnólogos também apresentam preços significativamente mais baixos — ainda que ser perder a qualidade, é claro. Dessa forma, tal custo-benefício representa uma vantagem, especialmente àqueles que estudam e trabalham ao mesmo tempo.

Atende as necessidades do mercado

Como esses cursos são focados em áreas distintas, mas bastante específicas, eles certamente têm a capacidade de atender de maneira mais prática as demandas e necessidades do mercado de trabalho, uma vez que existem determinadas carreiras que não são encontradas nas graduações tradicionais.

Nesse sentido, os tecnólogos têm grandes chances de conseguir um bom emprego. Segundo uma pesquisa desenvolvida pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2016, mais de 90% dos tecnólogos estão empregados!

Professores inseridos no mercado

Por fim, em sua maioria, os professores dos cursos tecnólogos são profissionais já inseridos na área, o que representa uma vantagem bastante interessante!

Isso porque, graças às suas vivências e experiências, esses professores contribuem com informações valiosas e atualizadas sobre o mercado, ajudando os alunos a entender a fundo a profissão, bem como o dia a dia de trabalho e o que as empresas mais esperam dos profissionais.

Bom, agora que você já conhece as principais diferenças entre o curso tecnólogo e curso superior, certamente será mais fácil escolher qual caminho tomar, não é mesmo? Ainda assim, de uma coisa temos certeza: continuando a estudar e a se qualificar, o sucesso definitivamente será garantido!

Agora que você já sabe quais são as principais diferenças entre tecnólogo e curso superior, que tal ajudar outras pessoas a trilhar o futuro? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e marque os amigos que pensam em dar continuidade aos estudos!

Você pode gostar
Programas de financiamento estudantil públicos ou privados: qual escolher?
6 dicas para quem realmente quer passar no vestibular!

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This