Qual curso superior fazer para me tornar um bom gerente de empresas?
Carreira

Qual curso superior fazer para me tornar um bom gerente de empresas?

A carreira gerencial é o grande objetivo de muitas pessoas — e isso não é nada difícil de compreender. Afinal, o trabalho de gerente de uma empresa ou instituição tem sempre diversos desafios e oportunidades totalmente diferentes entre si. No mesmo dia, é essencial ter o cuidado e perspicácia para lidar com as personalidades da equipe, além de ser minucioso e pragmático para escolher os melhores fornecedores.

Tudo isso vem junto com a responsabilidade e o status de quem coordena um esforço contínuo coletivo para solucionar problemas dos clientes.

Neste artigo, vamos discutir algumas possibilidades que podem te ajudar a chegar lá. Afinal de contas, qual é o caminho das pedras para se tornar um bom funcionário e alcançar o cargo de gerente de empresas que você deseja para sua carreira?

O gerente de empresas e a “visão do todo”

O primeiro passo para se tornar um bom gerente de empresas é saber, desde o princípio, como é fundamental associar a atenção localizada com a percepção ampliada dos processos. Vamos ver um exemplo:

Um grupo de funcionários reclama do uso de cadeiras velhas há muito tempo. E agora? Por um lado, é preciso considerar os problemas de produtividade que podem ser acarretados. Ao mesmo tempo, há os custos no orçamento mensal que a compra pode gerar. Uma análise da ergonomia das novas cadeiras deve ser feita, assim como do prazo de validade e do real dano na conservação das atuais.

Em outras palavras, ser um bom gerente, além de uma capacitação teórica e de um aprendizado pautado pela experiência, demanda uma postura de quem não despreza o olhar global de cada processo. Da mesma forma, é preciso valorizar a contribuição de várias fontes de informação para a tomada de uma decisão: das finanças às relações interpessoais, das limitações físicas de cada um até a resistência e o design dos produtos.

Ou seja, o bom gestor, necessariamente, é um profissional multidisciplinar, não importa a formação. Isso nos leva à questão dos cursos. Quais são aqueles que vão te possibilitar chegar à posição que você deseja? Veja algumas possibilidades a seguir.

4 cursos para se tornar um bom gerente de empresas

Processos Gerenciais e Finanças

Essa é a formação para quem deseja começar a trabalhar como gerente de empresas mais rapidamente. O profissional de processos gerenciais e finanças pode atuar como uma espécie de “braço direito” do corpo executivo da empresa. Cabe a ele estar ciente de todos os procedimentos internos da organização e contribuir efetivamente para a melhoria geral do sistema.

Com um formato de curso tecnológico, a menor duração e a valorização dos aspectos mensuráveis e cotidianos do trabalho, quem se forma nessa área tem um curso superior altamente adaptável a vários segmentos de mercado.

  • Duração: 2 ou 3 anos.

Administração

O curso de Administração é a primeira opção que todos aqueles que pretendem ser gerentes de empresas cogitam. Neste curso, os alunos desenvolvem um olhar aprofundado sobre a gestão de um negócio privado ou público — não necessariamente de uma empresa, podendo ser de uma instituição filantrópica ou sem fins lucrativos. Geralmente, aliam discussões do dia a dia aos debates teóricos sobre as organizações.

  • Duração: 4 a 5 anos.

Engenharia de Produção

Este é um ramo da engenharia que está interessado em otimizar os sistemas e cadeias de produção. Ou seja, o profissional formado no curso terá a capacidade de aprimorar os processos ligados à estrutura da empresa, desde agronegócio até organizações fabris.

É mais indicado para aqueles interessados pelo “fazer” dentro da instituição do que pelos aspectos estratégicos e globais.

  • Duração: 5 anos.

MBA em Gestão Financeira

O MBA (Master of Bussiness Administration) é uma espécie de curso de pós-graduação destinado a complementar a formação de profissionais especificamente interessados em gerenciamento de empresas.

No caso dos MBAs em Gestão Financeira, esse adicional melhora as capacidades do aluno em otimizar os custos, preços e estratégias de monetização das organizações. Porém, é preciso já ter uma graduação para fazer este tipo de curso.

  • Duração: 1 ou 2 anos.

Capacitação a cada etapa

Para se tornar um gestor de referência é necessário ter consciência de que o processo de formação nunca termina e, claro, quanto antes iniciá-lo, melhor. As pessoas que se identificam com essa área podem se beneficiar ao fazer cursos com duração menor e que estimulem o trabalho prático — além do contato maior com outros profissionais mais experientes e capacitados.

Por isso, é essencial perceber que os cursos tecnológicos, de bacharelado e até mesmo de especialização têm valores distintos e não necessariamente gradativos. Tudo depende da postura, dos objetivos e das expectativas do profissional. Então, é preciso estar aberto e em busca ativa por mais capacitação e experiências relacionadas à área. Essa atitude, com certeza, ajudará a formar um bom gerente de empresas.

Prazo imediato, curto, médio e longo

Agora, você já conhece algumas possibilidades de cursos e características necessárias para se tornar um gestor competente. Mas, antes de encerrar, vale destacar: o planejamento é o grande aliado do gerente. Seja no trabalho ou na vida pessoal.

Quem deseja alcançar um alto cargo na diretoria executiva de uma grande empresa sabe que isso levará anos, talvez décadas. E sabe também que esse processo é construído na medida em que se é um ótimo estagiário, assistente, técnico, analista, coordenador etc. E não se trata apenas de ser bem visto: um bom gerente é constituído dessa imensa gama de experiências acumuladas, erros, aprendizados e memórias.

Portanto, a mesma visão do todo que já citamos vale também para a carreira. É preciso entender cada momento e priorizar as oportunidades de acordo com a conveniência.

Saltar etapas pode parecer uma ótima ideia, porém, quando você estiver diante de uma grande decisão e sentir um vácuo de experiência para embasá-la, o desastre pode ser ainda maior. Não está errado dizer que quanto mais alto se está, maior pode ser a queda. É preciso uma mistura ideal de paciência e determinação.

E então, o que você achou do artigo? Ele te ajudou a entender melhor como se tornar um bom gerente de empresas? O texto mostrou o caminho das pedras? Se gostou, sentiu falta de alguma coisa ou tem dúvidas sobre o que falamos, deixe seu comentário abaixo!

Você pode gostar
Entenda a importância do autoconhecimento na escolha profissional
Estudar ou empreender: é possível fazer as duas atividades?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This