Quer tirar notas boas? Evite estes 6 erros - Blog da MRH - Carreira, formação e ensino tecnológico no padrão MRH
Carreira

Quer tirar notas boas? Evite estes 6 erros

Para quem está estudando, tirar notas boas é essencial para se manter motivado e satisfeito com os resultados. Muitos estudantes se veem angustiados com a avalanche que uma nota ruim pode causar, principalmente se elas influenciam diretamente no vestibular ou concurso público. 

A grande pressão junto com a possibilidade de falhar e repetir maus comportamentos nos estudos, amplia a tensão, fazendo com que as atividades se tornem motivo de frustrações. Para que isso não ocorra, é importante identificar os pontos fracos que podem tirar de você a chance de conquistar uma vaga na universidade, de forma que os erros sejam previstos.

Driblando esses problemas, é possível alcançar os seus sonhos de forma rápida e tranquila, sem atropelos e noites mal dormidas. Para saber o que você deve evitar, confira a seguir alguns erros que devem ser riscados do seu dia a dia!

1. Falta de estratégia

Para tirar notas boas, é preciso que o estudante saiba evitar alguns equívocos recorrentes na rotina, e a falta de estratégia talvez seja o mais comum deles.

Sem um planejamento prévio para que você inicie os estudos, será impossível continuar sem perder a linha de raciocínio ao longo do caminho. Por conta disso, invista um tempo para criar uma estratégia de estudo.

Monte um plano de ação destacando o que terá mais peso nas provas e que contribuirá de forma efetiva para o seu objetivo. Atirar para todos os lados é a pior estratégia a se adotar, por isso, organize as disciplinas conforme sua importância e grau de dificuldade para que você tenha clareza dos seus pontos fortes e fracos, investindo tempo certo para aprimorá-los. 

2. Ausência de foco

Outro erro recorrente é a falta de foco nos estudos, afinal, as diversões são sempre mais atrativas, não é mesmo? É claro que todos preferem os bons momentos, ao lado dos amigos e da família, mas se você quer tirar notas boas, o foco será seu principal aliado. 

Por isso, deixe de lado as muitas “tentações” que vão aparecer ao longo da jornada. Invista seu tempo nos estudos, pois o resultado positivo estará logo ali — bem rapidinho. Essa é a hora de conquistar o seu lugar!

Lembre-se de que, quanto maior for o tempo investido nos estudos, maiores serão as chances de você estar à frente de outros candidatos, portanto, cada minuto conta nessa disputa. 

Organize o tempo para que você possa ter alguns momentos de diversão, mas não se esqueça que os estudos devem vir em primeiro lugar. Pense duas vezes: vale a pena ir à balada se no outro dia você não terá disposição para adentrar os livros? É importante refletir.

3. Não aproveitar o tempo livre 

Nada é mais frustrante do que não “vencer” o conteúdo naquele prazo que você imaginou para encerrar o material, certo? Isso ocorre muitas vezes porque o planejamento foi inadequado e não contemplou as demais atividades do seu dia a dia. 

Se você trabalha, é preciso ainda mais organização, pois o seu tempo livre será aquele em que você pode estudar, e nem sempre será possível por conta das tarefas e demais pendências do dia a dia. 

Para não cair nessa cilada, faça um plano de estudos de forma que você poderá cumprir. Nem mais e nem menos. Se você se propôs a estudar duas horas por dia, por exemplo, você deve encaixar esse período de acordo com a sua rotina. Se o seu trabalho é em horário comercial, você pode utilizar o período antes de dormir para estudar. 

Se você tem atividades à tarde e à noite, quem sabe a manhã livre não é perfeita para os estudos? Lembre-se que o seu “tempo livre” não é tão livre assim, já que o foco não pode ser distorcido no meio do caminho. 

4. Acúmulo de conteúdos

Isso é uma verdadeira bola de neve. Se você deixou para última hora, ou resolveu “dar um tempo” quando o seu plano era estudar, então com certeza vai chegar aquele momento em que o acúmulo de matérias será inevitável. 

Nesse momento, não adianta entrar em desespero. O ideal é evitar que esta situação ocorra desde o início, o que lhe dará mais tranquilidade, mas já que acumulou, é hora de montar uma tática para colocar os conteúdos em dia.

Você se lembra que fez um planejamento inicial? Talvez essa seja a hora de “voltar para a prancheta” e rever a situação. Você pode prever menos tempo para aquele conteúdo em que já é fera e dedicar mais tempo ao material que ficou acumulado.

É importante também não apenas passar os olhos pelo que ficou para trás. Mantenha o foco para não deixar passar nada, pois quem sabe é ali que você terá um ponto extra e que o colocará à frente na disputa pela vaga. 

5. Não aparecer nas aulas

É verdade que às vezes bate a preguiça na hora de assistir às aulas, mas é preciso ter em mente que esse é um ótimo momento para que você fixe o conteúdo e absorva, de fato, o que precisa saber para tirar boas notas. 

Portanto, aproveite as aulas para tirar suas dúvidas e devorar o conhecimento transmitido pelo professor. Sabe aquele macete incrível para não errar um cálculo, por exemplo? Você só saberá se assistir às aulas. Os estudos em casa são valiosos, mas as aulas são essenciais para a compreensão do material, portanto, não desperdice este momento. 

6. Não dormir nem se alimentar direito

Você, no meio de tantos afazeres, precisa de energia para que o dia renda, certo? Para isso, dormir bem e se alimentar adequadamente é fundamental! Não adianta virar a madrugada estudando se no dia seguinte você estará exausto.

Dessa forma, sua energia se esvaziará num piscar de olhos, fazendo com que os seus planos não sejam cumpridos. Sendo assim, organize a agenda de modo a ter um tempo para que você possa descansar e se divertir, afinal, ninguém é de ferro, não é mesmo?

Viu como evitar alguns erros pode ser a chave para tirar notas boas? Então fique atento para não deixar que essas falhas atrapalhem os seus estudos!

Gostou das dicas? Então compartilhe-as nas redes sociais e motive seus amigos para que encarem essa jornada com você!

Você pode gostar
9 livros sobre finanças para quem quer se tornar um expert
Você sabe o que é a leitura dinâmica?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This