Curso tecnólogo e experiência de mercado: entenda essa relação - Blog da MRH - Carreira, formação e ensino tecnológico no padrão MRH
Ensino tecnológico

Curso tecnólogo e experiência de mercado: entenda essa relação

Terminou o ensino médio e precisa escolher uma profissão? Essa decisão não é muito simples, já que definir a área na qual vai atuar pelo resto da vida é uma tarefa que exige muita responsabilidade e assusta muitos jovens.

As pessoas tendem a acreditar que precisam escolher apenas entre os tradicionais cursos de graduação superior. Porém, os cursos tecnológicos podem ser uma ótima opção para aqueles que não querem ou não podem perder tempo, pois possuem um plano de carreira traçado.

Já conhece as vantagens de uma formação tecnológica para sua carreira profissional? Acompanhe o post e saiba mais!

O conceito do curso tecnólogo

Esse tipo de formação é parecido com o curso técnico. Contudo, possui uma grade curricular muito mais prática do que teórica e trata-se de uma graduação em nível superior. Como ele é bem direcionado para a atuação profissional, é a melhor opção para aquelas pessoas que já têm certeza da área em que pretendem atuar, pois o aluno aprenderá o conteúdo de forma muito mais direcionada, sem perda de tempo.

Uma de suas vantagens é que o aluno aprende a teoria necessária e logo coloca em prática todo o conteúdo. Mesmo sem possuir um histórico de contratações na carteira de trabalho, ele já vivencia a profissão.

Por isso, ao finalizar um curso tecnólogo, o aluno sai com experiência de mercado e está preparado para uma colocação dentro de qualquer empresa. Isso é muito valorizado atualmente nas relações laborais, o que traz melhores chances ao buscar uma vaga e torna-se um grande diferencial para o currículo.

Há diferenças marcantes entre o curso de bacharelado e o tecnólogo que farão diferença na hora de conquistar o emprego dos sonhos. No primeiro, o aluno estuda de uma forma mais abrangente, aprende um pouco de cada área de uma profissão. Já no curso de graduação tecnológica, é possível escolher uma área bem específica, com uma qualificação bem mais direcionada.

Outra diferença é que no bacharelado as matérias constantes na grade curricular são mais teóricas que práticas, enquanto o curso tecnológico oferece ao alunado a prática aliada à teoria.

O que também promove uma síntese curricular é não haver disciplinas como filosofia, sociologia e história da arte, que costumam fazer parte do bacharelado. É preciso concluir essas matérias para terminar o curso, mas elas não têm ligação direta com o segmento de atuação.

Já no curso tecnológico, todos os conteúdos abrangidos na graduação serão diretamente relacionados com a área escolhida.

Vantagens do curso tecnólogo e experiência de mercado

Menor tempo de duração

Se você precisa de um emprego o quanto antes ou se não está satisfeito com sua atual área de atuação, o curso tecnólogo é uma ótima escolha, pois tem duração de 2 a 3 anos.

O melhor de tudo é que, apesar de a duração do curso ser menor do que a de um bacharelado, a formação também é em nível superior, ou seja, menos tempo de estudos e a mesma qualificação, aumentando a competitividade no mercado de trabalho.

Possibilidade de especialização

Como o curso tecnólogo vale como graduação de nível superior, um profissional que tenha concluído os estudos pode ingressar em cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado da mesma forma que os bacharéis. 

Aptidão para lidar com as novas características do mercado

O mercado de trabalho passou por muitas mudanças ao longo do tempo. Hoje, o estudo focado em determinada atuação é muito mais valorizado do que uma formação mais abrangente. Isso porque o mercado está mais interessado em especialistas que dominem parte de um processo, e não alguém que conheça um pouco de tudo. 

Qualificação para quem já exerce uma profissão

Atualmente, muitas empresas investem na qualificação de seus profissionais. Existem funcionários que já atuam em uma determinada área, mas que não tiveram oportunidade de estudar, e as empresas veem o curso tecnólogo como um investimento que trará resultados rápidos.

As vantagens são para ambos, tanto que muitas companhias pagam o curso para o contratado sem nem ao menos descontar do salário, justamente por compreenderem que a empresa será a maior beneficiada com a qualificação do funcionário.

Novas características do mercado

Antigamente, o mercado procurava profissionais generalistas, que possuíssem conhecimento de diversos aspectos superficialmente, com noções de várias áreas de atuação.

No entanto, hoje o que os contratantes desejam são profissionais focados na resolução de um problema específico, com habilidade de formação em nível superior. Por isso o tecnólogo é o mais requisitado em diversas áreas de atuação.

Dicas para a escolha da instituição de ensino

Além de definir o tipo de formação acadêmica e o curso, é necessário escolher com cuidado em qual instituição de ensino ingressará. Alguns fatores devem ser levados em conta, como se a instituição é reconhecida pelo MEC (Ministério de Educação).

É muito importante garantir que se esteja em um curso reconhecido a fim de o diploma, ao final da graduação, ter validade e ser aprovado pelo mercado. Imagine você investir dinheiro e tempo em um curso e, ao concluí-lo, descobrir que não é reconhecido no mercado? É ruim até pensar sobre isso.

Verificar a qualificação dos professores também é importante. Veja quantos têm mestrado ou doutorado e, se possível, procure os currículos desses profissionais de ensino. Lembre-se: os docentes são os responsáveis por transmitir todo o conteúdo que deve ser aprendido. Então, quanto mais bem capacitados eles forem, melhor será a qualidade de sua formação.

É imprescindível avaliar o conteúdo programático do curso. A grade curricular e as disciplinas que serão ministradas ao longo da graduação são muito importantes para a definir qual instituição de ensino escolher. Vale a pena comparar todas as universidades e somente em seguida definir a melhor para o seu caso.

Além disso, não perca de vista a infraestrutura: a graduação tecnológica que você vem pesquisando oferece que tipos de recurso? Laboratórios, materiais didáticos, entre outras ferramentas podem ser um diferencial para facilitar o dia a dia dos seus estudos.

Agora que você já conhece as vantagens em cursar uma graduação em curso tecnológico e ter experiência de mercado, não perca tempo. Escolha seu curso e invista no seu futuro! Para saber mais sobre nossos cursos, que tal seguir nossas redes sociais? Acesse nossa página no Facebook!

Você pode gostar
7 cursos técnicos e tecnológicos possíveis de se fazer no ensino médio
8 dicas para montar um currículo que te destacará dos concorrentes

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This