8 profissionais do mercado financeiro que você precisa conhecer - Blog da MRH - Carreira, formação e ensino tecnológico no padrão MRH
Carreira

8 profissionais do mercado financeiro que você precisa conhecer

O mercado financeiro compreende as negociações de câmbio, ações, títulos, ouro, produtos agrícolas na Bolsa de Valores, e é um dos setores que pagam os maiores salários do mundo.

Para se tornar um destes bem remunerados profissionais do mercado financeiro é necessário, além de muito estudo e leitura, possuir uma formação específica, como o MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria, fornecido pela MHR.

No artigo de hoje nós vamos contar um pouco da história de 8 profissionais deste valorizado setor. Acompanhe e inspire-se!

1. George Soros

Nascido em agosto de 1930 em Budapeste, Soros é considerado um dos maiores investidores do mundo, com uma fortuna que ultrapassa 25 bilhões de dólares.

Na Inglaterra, cursou Economia, mestrado em Filosofia, iniciou sua carreira em bancos mercantis e começou a construir sua riqueza trabalhando com fundos de cobertura.

Soros é conhecido como “O homem que quebrou o banco da Inglaterra”, quando ganhou 1 bilhão de dólares em um único dia, no ano de 1992.

O sucesso de sua carreira deve-se aos constantes estudos sobre a vulnerabilidade econômica de um determinado país, mas não utiliza seus lucros somente para gerar mais ganhos.

Georges Soros também é um famoso filantrópico, conhecido por apoiar causas políticas e entidades ativistas doando valores generosos. Também financiou a Universidade Centro-Europeia, na Hungria, contribuindo para o desenvolvimento da democracia no país.

2. Kenneth Griffin

Assim como Soros, Ken Griffin é um investidor de fundos de cobertura e filantropo. Nasceu no ano de 1968, nos Estados Unidos, e lá faturou 1,7 bilhões de dólares somente em 2015.

Iniciou seus investimentos ainda na faculdade e hoje administra o fundo de cobertura da Citadel Global Equities, um dos maiores do mundo, que atualmente possui cerca de 25 bilhões de dólares em ativos.

Entre 2003 e novembro de 2017, doou mais de 800 milhões de dólares para museus, hospitais infantis, escolas e universidades americanas.

3. Charles Susskind

O brasileiro, nascido em 1979, é formado em administração de empresas. Trabalhou na Unilever, Ambev e iniciou sua jornada como agente autônomo de investimentos aos 29 anos, com a fundação da CMS Invest AAI.

Considera ser um investidor nato, pois sempre economizou, enquanto pesquisava e acompanhava as notícias sobre a bolsa de valores. Em 1 ano atuando na área de investimentos, alcançou a meta pessoal que havia estipulado para conquistar em 7 anos.

Um dos melhores profissionais do mercado financeiro do Brasil, foi considerado o melhor assessor de investimentos no ano de 2015, vencendo mais de 1.200 nomes indicados ao prêmio.

4. Abigail Johnson

Abilgail Johnson ocupou o 7º lugar no ranking de mulher mais poderosa do mundo, a 29º posição no ranking dos bilionários dos Estados Unidos e ficou com a 75º colocação no ranking mundial, nas listas do ano de 2017 divulgada pela Forbes. Já a revista americana Fortune considerou Abigail Johnson a 4ª mulher mais poderosa no mundo dos negócios, em 2017.

Nascida nos Estados Unidos, Abigail preside Fidelity, empresa familiar de investimentos, considerada a segunda mais poderosa do país.

A preparação para assumir o cargo começou ainda na adolescência, quando foi contratada como funcionária da companhia ainda no Ensino Médio. Hoje, é dona de uma fortuna avaliada em mais de 18 bilhões de dólares.

5. Janet Yellen

Janet Yellen é considerada a guardiã da economia dos Estados Unidos. É a primeira mulher que assume o cargo de chefe da Reserva Federal em um mandato previsto para terminar no início de 2018. Durante sua atuação, houve a queda significativa da taxa de desemprego e crescimento da economia do país.

A norte-americana PhD em Economia é professora universitária na Califórnia ha mais de 30 anos e membro do Conselho de Relações Exteriores e da Academia Americana de Artes e Ciências.

6. Warren Edward Buffett

Warren Buffett é figura carimbada nas listas de pessoas mais ricas do mundo e  considerado o maior investidor da história americana.

Construiu sua carreira investindo em variados tipos de negócio, desde fábricas de móveis até fábricas de chocolates. Hoje preside a Bershire Hathawat, uma das maiores empresas do planeta.

A história de Buffett começou cedo. Nasceu em 1930, e aos 11 anos de idade comprou três ações da Cities Service em parceira com sua irmã Dóris. Cada uma custou US$38,25, e foi vendida a US$40,00 cada.

Graduado em Economia, possui uma riqueza avaliada em 79 bilhões de dólares e também é filantropo: já distribuiu cerca de US$ 21,5 bilhões em doações durante sua vida.

7. Larry Fink

Considerado mestre em análise de riscos e guru em finanças, Larry Fink atua como CEO da Black Rock, a maior companhia de gerenciamento de ativos no mundo.

Sua empresa atuou como conselheira para bancos e para o governo durante a crise nos Estados Unidos. Hoje, supervisiona trilhões em ativos.

Fink nasceu nos anos 50 e é formado em Ciências Políticas pela Universidade da Califónia em Los Angeles. Começou sua carreira nos anos 70 no First Boston, um banco de investimentos de Nova Iorque, e fundou a Black Rock em 1998.

É membro do conselho de curadores da Universidade de Nova Iorque, ocupando diversas presidências, incluindo a Comissão de Assuntos Financeiros. Em 2016, juntou-se a um fórum de negócios criado pelo então presidente eleito Donald Trump, fornecendo aconselhamento estratégico e político sobre questões econômicas.

8. Luiz Barsi

Luiz Barsi é brasileiro, nascido em 1939 e é um dos maiores investidores do país. Sua especialidade é investimento em pessoas físicas, e enxerga a crise financeira do Brasil como uma grande oportunidade para se associar a bons negócios.

Ao contrário de muitos nomes importantes do setor, Barsi não herdou empresas ou assumiu a presidência de um negócio familiar. Começou as aplicações com o intuito de garantir a sua aposentadoria, inspirou-se em Warren Buffett e 50 anos depois seu nome tornou-se referência no mercado financeiro do país.

O segredo, segundo ele, sempre foi a disciplina. Em 10 anos, alcançou o objetivo: os investimentos rendiam mensalmente mais que a aposentadoria.

Barsi acredita que qualquer pessoa pode ficar rica investindo na bolsa de valores. Conduzido pelo exemplo destes profissionais do mercado financeiro, aliado a dedicação, paciência e estudo, é possível atingir seus objetivos.

Que tal tornar-se uma referência entre os profissionais do mercado financeiro? Assine nossa newsletter e siga o caminho para o sucesso!

Você pode gostar
Por que um MBA pode ser considerado um investimento a longo prazo?
6 profissões que estão em alta no momento

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This