A importância da gestão de pessoas em pequenas e médias empresas - Blog da MRH - Carreira, formação e ensino tecnológico no padrão MRH
Formação

A importância da gestão de pessoas em pequenas e médias empresas

Qual é a importância da gestão de pessoas em pequenas e médias empresas? Para responder essa pergunta, precisamos analisar alguns dos desafios que esses negócios enfrentam: equipe enxuta, investimentos minuciosamente calculados, cenário econômico complicado, além da necessidade de conquistar um espaço no mercado. 

Para superá-los, a empresa precisa contar com seu principal ativo: as pessoas. Mas para transformá-las eu seu grande diferencial competitivo, é preciso que ela tenha profissionais capacitados para realizar uma gestão estratégica de recursos humanos

Você sabe como fazer isso? Entende qual é a importância da gestão de pessoas e como ela pode alavancar o sucesso das pequenas e médias empresas (PMEs)? Então, não perca este post! Vamos mostrar quais são os benefícios que ela traz para os colaboradores e para a empresa.

A importância da gestão de pessoas em pequenas e médias empresas

Estejam no mercado há pouco ou muito tempo, as PMEs enfrentam uma luta diária pelo crescimento. Como já pontuamos, elas costumam ter uma equipe reduzida, recursos limitados e a concorrência dos grandes nomes já estabelecidos no mercado. 

Para alcançar bons resultados, uma PME precisa realmente contar com o bom desempenho dos colaboradores. Já que ela não tem como manter um grande número de funcionários, os que foram contratados precisam ter um rendimento acima da média.

Em uma PME, a produtividade e a qualidade de uma equipe engajada são essenciais para elevar o negócio a um novo patamar de performance e lucratividade, tornando seu crescimento (e às vezes sua sobrevivência) possível. 

É por isso que o RH das PMEs tem uma enorme responsabilidade e valor: ele promove ações para garantir que os funcionários exerçam suas atividades da melhor forma possível e estejam aptos a transformar os objetivos da companhia em realidade.

É fundamental que os colaboradores tenham condições intelectuais (conhecimento e competências), técnicas (ferramentas e equipamentos) e emocionais (motivação, satisfação e engajamento) para se tornarem altamente eficientes e produtivos. 

Como a gestão de pessoas atua para produzir resultados

Vale lembrar que a gestão de pessoas é um departamento estratégico da companhia. Isso quer dizer que ela é essencial para mobilizar os colaboradores a fim de que os objetivos da empresa sejam alcançados. 

De forma muito resumida, podemos afirmar que seu papel é desenhar processos de recrutamento e seleção capazes de captar grandes talentos, além de trabalhar pelo desenvolvimento contínuo e melhoria de performance dos profissionais já contratados.

Também é esse departamento que vai identificar em quais aspectos a atuação dos colaboradores pode ser aperfeiçoada. A partir desse estudo, vai propor capacitações e treinamentos para garantir que eles adquiram o conhecimento e habilidades necessárias.

Mas não é só isso. O bom desempenho depende também de outro elemento essencial: a motivação. Por isso, a gestão estratégica de pessoas buscará alternativas para:

  • tornar o ambiente de trabalho agradável e seguro;
  • desafiar os profissionais na medida certa, promovendo a melhoria na performance;
  • engajar os colaboradores no cumprimento da missão e visão da empresa; 
  • promover a valorização e a satisfação do seu quadro de funcionários;
  • incentivar o aperfeiçoamento constante com consequente aumento da competitividade do negócio. 

Cada um desses itens pode ser destrinchado em uma série de ações do RH. O fato é que quanto menos burocrático e mais estratégico e humano for esse departamento, maior será a satisfação dos funcionários e melhores os resultados para a empresa. 

Os benefícios da gestão de recursos humanos em PMEs

Entenda como uma gestão estratégica de pessoas beneficia tanto os funcionários quanto as pequenas e médias empresas: 

Benefícios da gestão de pessoas para o colaborador

Melhoria na qualidade de vida

A maior parte dos trabalhadores passa no mínimo 40 horas semanais na empresa. Podemos afirmar que eles dedicam os melhores anos de suas vidas às atividades realizadas nesse ambiente.

Portanto, a empresa precisa garantir que ele seja saudável, principalmente quanto ao aspecto emocional. A satisfação dos colaboradores se reflete diretamente na produtividade e qualidade do trabalho desempenhado. 

Uma empresa onde o trabalhador se sente seguro e realizado o inspira a realizar o melhor e a buscar alternativas para executar suas atividades de forma ainda mais eficiente. 

Possibilidade de desenvolvimento profissional 

Seja para obter reconhecimento ou para conquistar uma qualidade de vida melhor, os profissionais desejam chances de desenvolvimento profissional.

Por isso, as capacitações bem planejadas, sejam internas ou externas, são uma excelente forma de motivar os colaboradores. Além da oportunidade de se tornarem mais qualificados, eles sentem valorizados. 

O investimento no desenvolvimento dos trabalhadores é uma forma de mostrar que a empresa não os enxerga como peças descartáveis, mas sim que ela acredita no trabalho deles e prefere capacitá-los a substituí-los. 

Sentimento de pertencimento

Uma das principais necessidades do ser humano é a de pertencer a um grupo e de ser valorizado e admirado por ele.

A gestão de pessoas faz isso à medida que engaja seus colaboradores em um projeto que traz resultados não só para a empresa, mas para a sociedade. É importante que cada funcionário saiba como sua função é essencial para um objetivo maior. 

Benefícios da gestão de pessoas para a empresa

Desenvolvimento e retenção de talentos

Um trabalho de gestão de pessoas que visa conhecê-las e desenvolver seu potencial é capaz de identificar alguns talentos excepcionais. Em médio e longo prazo, eles podem ser fundamentais para o sucesso da empresa. 

Para isso, é importante acompanhar as equipes de perto, realizar avaliações de desempenho e incentivar os líderes a atuarem como mentores dos funcionários de seus departamentos. 

Esse tipo de ação é essencial para identificar e reter talentos, proporcionando oportunidades de desenvolvimento profissional e carreira compatíveis com as aspirações dessas pessoas. 

É importante que haja planos de carreira bem definidos, nos quais os funcionários saibam o que fazer — realizar cursos, demonstrar habilidades e alcançar determinados níveis de desempenho e resultado — para atingir suas metas pessoais e profissionais. 

Engajamento dos colaboradores

Engajamento é a palavra de ordem no mundo empresarial. Ela descreve os funcionários que não realizam suas tarefas apenas por obrigação, mas porque realmente acreditam no seu propósito e vestiram a camisa da organização. 

Quando isso acontece, os resultados são previstos: empenho para executar as atividades com excelência, alta produtividade, desejo de aprender e melhorar a performance, além de disposição para fazer o melhor para satisfazer o cliente. 

Consegue perceber como essas qualidades podem impactar nos resultados de um negócio, tanto em curto quanto em longo prazo? Tem ideia de como uma boa gestão de pessoas em pequenas e médias empresas é capaz de conquistar clientes e abalar a concorrência? 

E tudo isso é possível com três palavrinhas mágicas: gestão de pessoas. Quer aprender como fazer isso e se tornar um profissional de RH disputado pelas empresas? Então não perca tempo! Assine agora mesmo a nossa newsletter e receba conteúdos imperdíveis sobre esse tema!

Você pode gostar
8 habilidades profissionais que todo gestor financeiro precisa ter
Parceria entre escolas e empresas: conheça essa tendência e suas vantagens

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This