Como se destacar na faculdade? Aprenda com 8 dicas! - Blog da MRH - Carreira, formação e ensino tecnológico no padrão MRH
Carreira

Como se destacar na faculdade? Aprenda com 8 dicas!

A vida acadêmica é repleta de desafios. No decorrer dos semestres, muitas vezes, os alunos devem manter o equilíbrio entre a vida social, o emprego e os estudos. No entanto, nesse trajeto, aqueles que querem fazer os seus investimentos (de tempo e dinheiro) valerem a pena, ainda precisam descobrir como se destacar na faculdade.

O diploma universitário é só o primeiro passo para conquistas muito maiores. Contudo, ser percebido de maneira positiva no curso escolhido é a porta de entrada para aqueles que querem se tornar profissionais de referência.

Se você é do tipo de pessoa que se esforça e dá o melhor de si para alcançar o que deseja, este post foi feito para você! Acompanhe-o e saiba como ter um diferencial em sua faculdade!

Por que e como se destacar na faculdade?

Algumas pessoas acreditam que, ao entrarem em uma universidade, seus problemas estarão resolvidos — que tudo será festa e que estudarão apenas as matérias com as quais têm mais afinidade. Porém, a realidade não é bem essa.

Não é raro os calouros perceberem que a concorrência, tão comentada no mercado de trabalho, já começa dentro das salas de aula. E isso ocorre porque muitos alunos constatam que o conhecimento teórico é importante, mas não é o suficiente para garantir uma boa colocação.

É preciso ter algumas atitudes e tomar algumas ações para que seu nome seja lembrado como sinônimo de bom aluno e para que você se torne uma opção viável a indicações de estágio, de empregos e muitas outras oportunidades.

Por esse motivo, preparamos uma lista do que deve ser feito para que você passe pela faculdade deixando uma boa marca. Veja:

1. Tenha uma rotina de estudos

Jean-Paul Sartre foi um grande filósofo adepto ao existencialismo, uma das correntes mais famosas da Psicologia. Em seus escritos, o autor costumava dizer que o homem é livre para escolher e que, com essa liberdade, ele constrói a sua vida, seus objetivos e seus valores.

Durante a vida acadêmica, é possível ver claramente o sentido do que Sartre dizia. As opções do que fazer são inúmeras, e ter disciplina para estudar, em vez de ir para um bar com os colegas, pode ser o fator determinante para conseguir um bom resultado em uma prova ou em um trabalho.

Ações viram hábitos, e hábitos moldam o destino de uma pessoa. Tenha isso em mente para criar uma rotina que lhe permita se dedicar aos seus estudos. Garanta que haja um espaço diário em sua agenda para a leitura de textos e livros e para a realização de trabalhos e exercícios.

2. Faça anotações

Existem docentes de todos os estilos, desde aqueles que dão aulas com apresentação de slides e postam tudo no portal da disciplina até aqueles que só falam, o tempo todo, sem anotar quase nada (ou nada) na lousa.

Por isso, é muito importante que o aluno desenvolva a habilidade de escrever enquanto o professor dá aula. Ou seja, anotar rapidamente as informações mais importantes que foram ditas.

No começo, isso pode ser difícil, mas, com a prática, aprende-se não só a anotar mais rápido, mas também a discernir o que é mais relevante. Essas anotações poderão servir de guia para os estudos antes de uma prova e como um bom material para resumo.

3. Interaja com os professores

Em uma faculdade, você é o maior responsável pelo seu aprendizado, e os professores serão grandes guias nesse processo. Portanto, alie-se a eles para obter o maior número de informações possível.

Eles podem dar dicas de artigos, vídeos, livros etc., que poderão auxiliar na hora de entender uma matéria. Além disso, preste atenção aos conteúdos e não hesite em perguntar quando tiver dúvidas.

Prepare-se para as aulas e leia os textos com antecedência. Assim, você poderá tirar possíveis dúvidas em relação ao conteúdo ministrado pelo professor, demonstrando interesse e ganhando destaque.

4. Crie uma rede de contatos

Não há melhor momento para fazer o seu networking do que durante um curso universitário. Afinal, a faculdade é muito mais do que um lugar para obter conhecimentos teóricos. As oportunidades são tantas que é preciso ficar atento para não deixá-las escapar.

Professores, colegas de campus, coordenadores de cursos, palestrantes convidados e muitos outros devem ser vistos como contatos em potencial. Eles poderão indicar boas vagas de emprego, serem futuros parceiros em projetos e boas referências para atestar suas competências.

5. Compartilhe conhecimento e experiências

Vivemos em sociedade e, para que essa convivência possa ser harmoniosa, é necessário o desenvolvimento de algumas habilidades. Isso também ocorre em um curso universitário.

Por essa razão, faça o possível para aumentar o contato entre você e os seus colegas. Crie grupos de estudos com pessoas que tenham os mesmos interesses e objetivos que os seus. Assim, vocês poderão trocar informações importantes, além de se conhecerem melhor.

6. Amplie seu ambiente de aprendizado

As salas de aula e os laboratórios são campos muito ricos para se obter aprendizado, mas nem de longe são os únicos. Expandir a vivência acadêmica é sinônimo de ter experiências que complementam o conhecimento.

Envolva-se com as atividades que a sua instituição de ensino oferece. Participe de seminários, programas de extensão, palestras, congressos, encontros estudantis etc. Tais eventos permitem aos seus participantes uma ampliação da sua visão de mundo e são agregados às suas experiências.

Além disso, atividades culturais, como cinema, teatro, museus, exposições, entre outros, sempre proporcionam um novo modo de adquirir conhecimento. Elas também são formas de ver a aplicabilidade do que é aprendido em sala de aula.

7. Faça um estágio

Independentemente de qual seja a faculdade escolhida por você, saiba que o currículo acadêmico terá bem menos peso em uma disputa por uma vaga de emprego do que um período de experiência na área.

O estágio, remunerado ou não, é a aplicação prática do que é ensinado na faculdade. A lista de vantagens em fazê-lo é enorme e inclui tanto fatores externos, como o desenvolvimento de habilidades essenciais no mercado de trabalho, quanto internos, como a certeza de ter escolhido a profissão certa.

8. Reserve um tempo para si

Com a grande quantidade de disciplinas, textos, trabalhos e provas de cada matéria, às vezes, é difícil não acumular conteúdos. Por vezes, o excesso de tarefas é tanto que esquecemos até de nós mesmos para dar conta de resolver tudo.

Entretanto, cuidar de si faz parte das ações para ser um aluno exemplar. Por isso, alimente-se bem, faça exercícios regularmente, durma uma boa noite de sono etc. Se você não dispõe de muitas horas para isso, use as que tem com sabedoria.

Sempre que possível, passe alguns momentos com amigos e familiares, faça uma viagem ou dê uma volta em um parque. Enfim, faça algo que afaste o estresse, aliviando a mente e trazendo mais qualidade de vida.

Ao iniciar um curso, é fundamental ter em mente que a vida de um universitário não é fácil. Entretanto, com uma boa dose de foco e dedicação, é possível saber como se destacar na faculdade e fazer dos anos vivenciados no campus um tempo de ricas experiências que renderão ótimos frutos e boas lembranças.

Este post foi útil para você? Então, veja nossas dicas para aproveitar melhor o aprendizado dentro e fora da sala de aula!

Você pode gostar
Fique por dentro: 6 dicas para se tornar um bom palestrante
Como é a rotina de quem precisa trabalhar e estudar no dia a dia?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This