Qual é a hora certa para pedir um aumento? Descubra aqui! - Blog da MRH - Carreira, formação e ensino tecnológico no padrão MRH
Carreira

Qual é a hora certa para pedir um aumento? Descubra aqui!

Pedir um aumento nem sempre fácil, certo? Nesse momento, o sentimento de insegurança toma conta e fica difícil ter coragem para fazer essa solicitação junto ao seu chefe. Então, é importante ter a sensibilidade para saber analisar o melhor momento para tal.

Alguns fatores devem ser levados em consideração, desde sua posição atualmente na empresa até a situação atual da companhia. O aumento depende de um quadro favorável que você precisa saber avaliar.

Este post mostrará como você pode descobrir se, de fato, é a hora certa de pedir o tão desejado aumento. Confira as nossas dicas!

Seu desempenho está bom?

É fundamental fazer uma autoanálise. Se você estivesse na posição de chefia em uma empresa, daria aumento para um funcionário que não tem um rendimento adequado ou que ainda está se desenvolvendo no cargo? É importante ser realista na hora de pedir um aumento, pois tudo depende da sua produtividade.

Analise bem se você está cumprindo suas demandas, se tem mostrado competência para solucionar questões complicadas, se consegue se desenvolver e aprender coisas novas e também se você está sempre disposto a ajudar a sua equipe de trabalho. Esses são alguns dos fatores indispensáveis a um bom funcionário.

Entenda que um aumento só vem por merecimento e, se você não está se destacando, é mais difícil que você consiga uma turbinada no seu salário. Faça essa autoavaliação e evite um pedido rejeitado. Agora, se você se encaixa nesses requisitos e acha que está bem, confie em si mesmo e peça o aumento!

Como está a situação econômica da empresa?

As decisões sobre aumento de salários também sofrem grande influência da situação financeira da empresa. Muitas organizações passaram por quadros de instabilidade ao longo dos últimos anos, precisando até cortar mão de obra. Assim, é importante levar em consideração a saúde financeira da empresa em que você trabalha.

Caso ela ainda esteja sofrendo os efeitos desse cenário pouco favorável, é pouco provável que o seu pedido de aumento seja atendido. Além disso, um mal-estar pode ser gerado, justamente porque o colaborador pode mostrar-se pouco atento aos detalhes. Esteja atento a tudo, pois isso presume responsabilidade e envolvimento.

Por outro lado, se você consegue identificar um bom momento e a organização está em uma situação financeira estável, com bom faturamento e um desenvolvimento constante, talvez seja o melhor momento para pedir um aumento. Lembre-se: se você se dedicou, parte dessa boa fase é graças a você, então querer melhorar seus vencimentos é justo.

Seus estudos já foram concluídos?

Uma empresa séria valoriza muito o desenvolvimento de seus funcionários muitas vezes até mesmo incentivando-os por meio de parcerias e bolsas de estudo. Essa postura do colaborador é muito bem-vista e pode ser um argumento plausível para um pedido de aumento.

Quanto mais conhecimento um colaborador obtém, mais capacidade ele terá para resolver as demandas da empresa. A graduação é o primeiro grande passo. Formar-se na faculdade é o sonho de muitos e é uma exigência de quase todas as empresas.

Os cargos com vencimentos bons estão quase sempre associados à conclusão dos estudos de nível superior. Se você já atingiu esse objetivo, esse pode ser um bom momento de conseguir esse aumento.

O passo seguinte é a pós-graduação. Se você alcançou essa meta, agora está apto a ocupar os mais altos cargos da empresa, com vencimentos ainda mais interessantes. Seu esforço e dedicação para desenvolver-se e oferecer o melhor para a organização podem ser recompensados. Não tenha medo de pedir um aumento nesse caso.

Como anda o humor do seu chefe?

Pessoas com cargo de chefia vivem sob pressão constante e nem todos conseguem lidar bem com essa condição. Alguns são indelicados e arrogantes, despejando grosserias e estresse em cima dos seus subordinados. Outros lidam melhor, mas, ainda assim, se comportam de forma diferente por conta do cargo que ocupam.

Por muito tempo a relação entre chefe e colaborador foi mostrada como autoritária, mas isso tem diminuído especialmente com a conscientização do trabalhador quanto aos seus direitos e ao assédio moral em âmbito corporativo. Entretanto, isso não impede que seu superior recuse um pedido de aumento simplesmente por estar com problemas.

Como anda o humor do seu chefe? Um momento ruim pode ter grande influência na análise que ele fará em relação ao seu merecimento de receber um aumento considerável. Em contrapartida, se ele estiver em uma boa fase e demonstrando confiança em você e na equipe, esse pode ser o momento certo de fazer a solicitação.

Seu salário está defasado?

Os parâmetros do mercado podem servir de bons indicadores em relação ao status atual dos seus vencimentos. É importante pesquisar em sites de vagas e junto a outros colegas de profissão para saber quanto está a média salarial do cargo que você ocupa sempre levando em conta sua formação e tempo de empresa.

É comum perceber que há um estado de defasagem nos vencimentos, o que faz jus a um possível aumento de salário. Caso identifique esse quadro, não hesite e faça um pedido de aumento. Você estará com bons argumentos, já que a empresa poderia perder um colaborador para outro concorrente do mercado.

Para ter uma boa base antes de fazer a solicitação, introduza essa conversa falando que você pesquisou nos últimos tempos essa média salarial do seu cargo e conclua dizendo que os seus vencimentos estão abaixo. A partir daí, peça um aumento.

Você tem propostas de outras empresas?

No futebol é comum o assédio aos atletas que se destacam. Em alguns momentos, a disputa vira um verdadeiro leilão: quem oferece o melhor salário fica mais próximo de contratar um craque.

Você sabia que isso também pode acontecer no meio corporativo? Seu bom desempenho, um currículo interessante e conhecimentos amplos podem fazer com que você receba propostas melhores de emprego e essa é uma boa hora de pedir um aumento.

Nesse momento, é importante avaliar se vale a pena trocar de empresa, tendo em vista que você pode perfeitamente estar satisfeito com sua posição na organização atual, mas avalia atualmente que o salário poderia ser um pouco melhor. Se você recebeu propostas mais altas, use isso ao seu favor.

Converse com o seu chefe e diga que recebeu essas propostas, que realmente foram interessantes e te seduziram, mas que você está adaptado à empresa atual e é feliz no cargo que ocupa, valorizando seu empregador e mostrando lealdade.

Em seguida, verifique a possibilidade de um aumento. Esse quadro apresenta boas chances de terminar com um final feliz para você.

Pedir um aumento não precisa ser um momento de ansiedade e apreensão, basta que você saiba o momento certo para fazê-lo. Siga essas dicas e consiga vencimentos melhores e merecidos!

Gostou deste conteúdo? Você pode conferir mais posts como este assinando nossa newsletter e recebendo tudo diretamente em seu e-mail!

Você pode gostar
10 melhores TED Talks para inspirar você por toda sua carreira
É possível desenvolver uma habilidade de liderança? Descubra!

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This