Quais são os cursos profissionalizantes mais procurados no Brasil?
Carreira

Quais são os cursos profissionalizantes mais procurados no Brasil?

Se você sabe da importância de estudar para melhorar a sua qualidade de vida, então é essencial que conheça os cursos profissionalizantes mais procurados no Brasil.

O grande diferencial desse tipo de formação é o fato de ser mais prática e descomplicada do que um curso superior. Em vez de passar anos a fio estudando teorias, você poderá desde o início aprender na prática tudo aquilo que precisa saber para mandar bem no seu futuro emprego.

Por serem cursos bem diretos e voltados ao mercado, eles possuem alta empregabilidade. Isso quer dizer que você não precisará esperar muito para entrar no mercado de trabalho e ter um bom salário.

Ficou interessado? Então conheça os cursos profissionalizantes mais procurados no Brasil.

Os 12 cursos profissionalizantes mais procurados do país

A profissionalização pode vir tanto por meio de cursos técnicos de nível médio, quanto pelos tecnológicos — ou seja, de nível superior mas de curta duração. A boa notícia é que ambos oferecem um grande leque de opções e você poderá escolher aquele com que mais se identifica e que trará a tão sonhada independência financeira.

Se você, por exemplo, já fez algum curso no ensino médio, é importante procurar uma formação correlata, pois isso vai agregar bastante à sua formação profissional, além de mostrar uma ideia de continuidade. Um plano de carreira bem pensado também respeita escolhas relacionadas, o que aumenta as opções de atuação dentro de segmentos específicos.

Entretanto, se você ainda está pensando em uma escolha profissional, os cursos profissionalizantes mais procurados são aqueles que podem direcionar você com eficiência ao mercado.

Entrando no mercado, o jovem consegue se iniciar em uma área específica, graças à formação especializada obtida por meio desses cursos profissionalizantes. Eles oferecem a chance de mudança de patamar, proporcionando o pensamento de um plano de carreira a longo prazo, com ainda mais formações e especializações.

A seguir, veja quais são os 12 cursos mais procurados no Brasil.

1. Tecnólogo em Gestão Financeira

Em um mercado instável como o brasileiro e altamente competitivo entre as empresas, o profissional tecnólogo em Gestão Financeira se torna essencial para ajudar as instituições a enfrentar esse cenário desafiador.

Com um conhecimento amplo e profundo na área de finanças, ele encontra as melhores maneiras de administrar e planejar o capital corporativo. Passa pela mão do gestor financeiro decisões relacionadas a investimentos, o acompanhamento e o controle de débitos, as obrigações de pagamento, além da liberação de capital para investimentos relacionados ao desenvolvimento da empresa.

O gestor também deve se qualificar para ter a capacidade de captar recursos financeiros para as atividades da instituição, além de direcionar verbas aos setores, de acordo com suas respectivas necessidades. Tudo isso é feito com base em muito conhecimento e competência para manter a saúde financeira da empresa.

Esse profissional pode atuar tanto em instituições públicas quanto privadas e ocupar os seguintes cargos:

  • gerente financeiro;
  • assistente financeiro;
  • coordenador de contas bancárias;
  • coordenador de contas a pagar e a receber.

Se você gosta de cargos financeiros e administrativos, essa pode ser uma ótima pedida — os salários chegam a até R$ 5,7 mil, e fazem da gestão financeira um dos estudos de cursos profissionalizantes mais procurados.

2. Técnico em informática

Repare bem ao seu redor: quase tudo o que fazemos é rodeado por tecnologia e informática, correto? Pois então, desde que surgiu a profissão de técnico em informática, essa profissão nunca esteve em baixa.

Com uma gama variada de atividades — que vão desde o conserto e a manutenção de computadores até programação e desenvolvimento web —, esse profissional continua sendo bastante requisitado em empresas privadas, instituições públicas e podem até mesmo gerir o próprio negócio.

Qualquer empresa, independentemente do segmento, conta com um setor de TI, que abriga profissionais capazes de atender a todas as demandas relacionadas às tecnologias da empresa.

O técnico em informática ainda pode se capacitar em diversas especialidades da área de informática, conseguindo abrir ainda mais portas no mercado de trabalho. Quanto mais especializada for sua atuação, maiores as oportunidades de emprego e os vencimentos.

Esse curso é indicado para quem gosta de computação e tecnologia e, de início, pode garantir um salário de até R$ 3 mil. Tentador, não é mesmo?!

3. Técnico em mecatrônica

Outro curso técnico na área de tecnologia e informática bastante promissor é o de técnico em mecatrônica. O profissional dessa área desenvolve máquinas e estruturas robóticas que são utilizadas em diversos setores industriais — como o de carros, energia eólica, entre outros mais.

Devido à tendência iminente da evolução dos recursos tecnológicos e do surgimento de mais soluções automatizadas, esse setor deve crescer ainda mais nos próximos anos. Isso significa um mercado aquecido e repleto de oportunidades, especialmente nas áreas de indústrias.

O salário inicial também gira em torno de R$ 3 mil e pode ser de grande ajuda para dar o primeiro passo rumo à independência financeira.

4. Tecnólogo em Processos Gerenciais

O tecnólogo em processos gerenciais tem grande importância dentro de empresas de pequeno e médio porte, pois assume diretamente a supervisão e a execução da gestão dos projetos de desenvolvimento da empresa.

Esse profissional é capaz de atuar gerenciando todos os setores, graças a uma formação completa e baseada em estratégias e ferramentas modernas, bem compatíveis com o cenário atual do mercado.

A capacitação ampla permite ao profissional formado uma visão bastante fiel ao que o segmento de sua empresa exige. Desse modo, ele pode trabalhar com estratégias eficientes e que proporcionem desenvolvimento à companhia, que pode vir a se tornar referência.

Esse curso superior é uma excelente estratégia para quem já trabalha em uma pequena ou média empresa e quer crescer dentro dela, assumindo uma posição de destaque. Depois de formado o profissional pode chegar a ganhar até R$ 5,7 mil.

5. Tecnólogo em Recursos Humanos

Como dissemos, estamos em momento de crise e de alta competitividade. Por isso, o tecnólogo em Recursos Humanos tem um papel fundamental dentro das empresas. Ele ajuda na escolha, na remuneração e na gestão dos melhores profissionais para enfrentar esses desafios.

Algumas das funções que esse profissional desempenha são:

  • recrutamento, seleção e treinamento;
  • elaboração de planos de cargos e salários;
  • avaliação de desempenho;
  • auditoria dos serviços prestados;
  • gestão de pessoas e consultoria;
  • redação de documentos e relatórios.

Por se tratar de um curso superior de apenas dois anos de duração, o profissional estará apto a assumir cargos de coordenação nessa área. O salário para um Gerente de Recursos Humanos, por exemplo, pode chegar a R$ 12.500.

6. Técnico em Eletrotécnica

Você consegue imaginar sua vida sem o uso de energia elétrica? Pois bem, por esse motivo o técnico em eletrotécnica sempre terá espaço no mercado de trabalho. Esse profissional atua nas mais diversas atividades — que vão desde o conserto e a manutenção de máquinas, circuitos eletrônicos e materiais de robótica.

Esse profissional também é responsável pelo planejamento de sistemas elétricos de grandes empresas, especialmente em instalações industriais, com maquinários grandes.

Portanto, o leque de atuação é bastante amplo. O salário inicial gira em torno de R$ 1.700.

7. Técnico em Segurança do Trabalho

O crescimento da construção civil no Brasil nos últimos anos, assim como a chegada de grandes empresas multinacionais nas últimas décadas, faz com que o técnico em segurança do trabalho seja essencial em empresas com um expressivo número de funcionários.

Por trabalhar com “peixe grande”, essa é uma área que também apresenta alta empregabilidade. Em linhas gerais, suas tarefas consistem em entender os processos industriais, as relações de trabalho e as medidas de segurança necessárias para evitar acidentes com os trabalhadores e prejuízos à empresa.

Em média, o técnico em segurança do trabalho começa com um salário de R$ 1.900.

8. Técnico em Meio Ambiente

A sustentabilidade e a preservação do meio ambiente são demandas da sociedade moderna, cada vez mais engajada com esse tipo de causa. Sendo assim, sob essa necessidade, é importante que as empresas demonstrem preocupação com sua atuação.

A formação técnica em meio ambiente tem se mostrado como um dos cursos profissionalizantes mais procurados, pois ele prepara um profissional diante de conhecimentos focados na necessidade da responsabilidade de conduzir projetos e trabalhos com cuidados voltados a essa questão.

O profissional fica responsável por acompanhamento de projetos e implementação de sistemas de empresas, além do controle dos mesmos, respeitando a legislação ambiental. Ele deve também fiscalizar a atuação, protegendo a empresa de sanções legais por conta de irregularidades.

9. Técnico em Rede de Computadores

Esse é um dos cursos profissionalizantes mais procurados em virtude da grande necessidade das empresas manterem redes de computadores. Esse sistema integrado permite que todos os setores acessem e compartilhem dados e informações de maneira rápida e prática.

O curso técnico capacita o profissional para a implementação da rede em qualquer ambiente empresarial, além da manutenção e do monitoramento da mesma a longo prazo. Com isso, o mercado para o técnico em redes é amplo, tendo em vista que quase toda empresa tem essa demanda em sua atuação.

10. Técnico em Geoprocessamento

O geoprocessamento é o estudo de características específicas de terrenos, permitindo uma análise detalhada, toda feita por meio de recursos digitais. O profissional que se forma nesse curso técnico se desenvolve para trabalhar nessas observações, com resultados precisos e fundamentais em qualquer empresa.

Esse mapeamento digital é importante para construtoras e empresas que desejam fazer construções em determinados terrenos. Com o estudo do técnico, é possível entender melhor questões como contaminação do solo, qualidade para construções e outras características fundamentais.

Essa atividade também é utilizada para colher informações para a confecção de mapas, atualmente todos feitos em âmbito digital. O salário médio desse profissional é de R$ 3.015,00.

11. Técnico em Construção Civil

A construção civil é um setor muito aquecido no Brasil, e é possível ver cada vez mais empreendimentos imobiliários surgindo. Dentro dessas obras são necessários muitos profissionais, e principalmente capacitados para todos os procedimentos que são realizados ali.

O técnico em construção civil se desenvolve dentro das principais necessidades dentro de uma obra, se familiarizando com procedimentos variados e aprendendo a lidar com todos os recursos tecnológicos para realizar cada uma dessas tarefas.

As possibilidades de atuação são amplas, assim como o mercado. As chances de emprego são altas, seja trabalhando para construtoras, seja em trabalhos pontuais, em empreendimentos específicos.

12. Técnico em Logística

Empresas de diferentes segmentos têm necessidades logísticas. Armazenamento e transporte de suprimentos, abastecimento e organização de galpões e uma série de outras demandas fazem parte desse tipo e atividade.

O técnico em logística obtém a chance de iniciar nesse segmento, podendo se desenvolver a longo prazo com outras formações e especializações, até mesmo um MBA. Nesse nível, o profissional já está capacitado a desenvolver papéis operacionais imprescindíveis para a rotina logística de uma empresa.

A amplitude de demandas dentro desse segmento faz com que o Técnico em Logística seja um dos cursos profissionalizantes mais procurados, especialmente pelos jovens que estão cursando ou concluindo o ensino médio.

Outras vantagens de cursos profissionalizantes

E aí, ficou animado com os cursos profissionalizantes mais procurados no Brasil? Pois saiba que as boas notícias não param por aí. Considere que alguns dos cursos citados possuem mensalidades mais baratas do que muitas graduações.

Além disso, mesmo que você tenha que desembolsar um valor maior para estudar, pense que esses são cursos de alta empregabilidade — ou seja, você poderá entrar rapidamente no mercado e começar a melhorar sua vida financeira.

Por fim, ingressar em cursos profissionalizantes — sobretudo de nível superior como os tecnológicos — colocará você em contato com um ambiente diferenciado de ensino e com novas pessoas que poderão agregar muito em sua vida.

Como diria um velho ditado, “conhecimento nunca é demais” e, a essa altura, você já deve estar ciente da importância que os estudos têm em sua vida, certo? Por isso, não hesite e vá com garra atrás de seus sonhos. As recompensas não demorarão e certamente valerão a pena!

Com essas boas dicas sobre os cursos profissionalizantes mais procurados no Brasil, você tem ótimas opções para escolher uma formação com a qual se identifica mais. Assim, você estará pronto para dar o salto financeiro e profissional que tanto deseja.

Você pode ter acesso a outros posts como este, e continuar recebendo ótimas dicas para a sua carreira. Assine nossa newsletter para receber outros posts diretamente no seu e-mail.

Você pode gostar
7 erros que você não deve cometer no primeiro emprego
Qual curso superior fazer para me tornar um bom gerente de empresas?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This